quarta-feira, 8 de julho de 2009

vudu

Vodu vodu fig1.jpg (102073 bytes)

Confundido inúmeras vezes com magia negra, o vodu é, na verdade , um dos muitos caminhos que levam a Deus e à conquista da felicidade, e seus recursos podem e devem ser empregados para fazer o bem.

Cabe ao praticante utilizar corretamente o poder do vodu.

Ele é o mais poderoso dos rituais, e sua força decorre do fato de ele nos colocar em contato direto com os deuses chamados Loas, da religião originária do continente Africano.

O instrumento básico utilizado para invocar a energia desses deuses é o boneco vodu.

Esse boneco recebe o nome de FETICHE , palavra que significa ‘feitiço" ou "feito com as mãos".

O boneco de vodu é confeccionado pela pessoa que vai executar o trabalho de magia, e pode ser feito com qualquer massa de modelar.

Enquanto molda o fetiche, você deve mentalizar seus objetivos e enviar energia para o boneco.

É importante que o boneco tenha cabeça, tronco, membros e órgão genital, se for a representação de um homem, ou seios, se corresponder a uma mulher.

Para batizar o boneco, amarre nele um pedaço de papel com o nome da pessoa a quem você quer influenciar ou de quem quer receber ajuda.

Maria Helena Farelli, maga, estudiosa dos ritos de origem africana, explica que os trabalhos para atrair amor, saúde, sucesso devem ser feitos nas luas nova, crescente e cheia.

Para afastar pessoas ou se libertar de situações desagradáveis, a melhor fase é a minguante.

Ao oferecer o fetiche, você deve desenhar um círculo com pemba ( espécie de giz encontrada em lojas de umbanda) e se colocar no interior dele para mentalizar o pedido.

A oferenda deve ser feita ao ar livre, e as melhores horas para isso são ao meio dia, às 16 horas, às 23 horas e à meia noite.

Mas cuidado !!! Esse último horário é perigoso.

Palavras de Maria Helena "A meia-noite é a hora brava da magia e as pessoas podem pegar uma carga negativa"

Para evitar problemas, a maga aconsel a que, antes de fazer o ritual, você acenda uma vela para o anjo da guarda e conserve a mente tranqüila.

Terminada a oferenda, você deve guardar o boneco até o pedido ser atendido.

E, para desmanchá-lo, precisa pedir licença aos loas.

Feito isso, retire o nome do boneco e deixe-o numa praia, sobre a areia.

Ao voltar para casa, tome um banho de ervas e faça uma prece de agradecimento aos loas.

thumb05.jpg (3876 bytes)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário